sábado, 26 de março de 2016

Arroz doce

Nenhuma sobremesa no mundo tem mais cara de vó (da minha vó, pelo menos) do que arroz doce. Eu gosto demais, de preferência ainda morno e com muita canela... Veja como é simples preparar.


1 xícara de arroz branco
meia xícara de açúcar
2 xícaras de água
cravo-da-Índia e canela em pau a gosto
1 lata de leite condensado
1 caixinha de creme de leite
canela em pó para polvilhar

Coloque o arroz numa panela, junte a água, o açúcar, a canela em pau e o cravo e deixe cozinhar até ficar bem macio. Se for preciso, acrescente um pouco mais de água fervendo. Misture o leite condensado e apague o fogo. Prove o doce e, se desejar, coloque mais leite condensado. Misture o creme de leite e transfira para a travessa em que vai servir. Polvilhe com canela em pó.

Veja outras sobremesas:



domingo, 20 de março de 2016

EUA - Washington DC e região da capital

Washington D.C.

Washington é uma cidade ampla, com muito verde e agradáveis parques ao longo do rio Potomac. As atrações ficam concentradas em torno do Mall: museus, monumentos e prédios governamentais. 
Passear pela cidade é visitar cenários dos filmes de espionagem e conspiração política e rever trechos de Forest Gump.


Para quem não quiser visitar todos os monumentos (e são muitos!), os que acho mais interessantes são o Lincoln e o Jefferson Memorials.


Casa Branca, Capitólio e Suprema Corte são visões obrigatórias, mas a Biblioteca do Congresso merece uma visita. O edifício tem um belo interior e  apresenta interessantes exposições.


A Smithsonian Institution mantém museus para todos os gostos. Os mais visitados são o aeroespacial, o de história natural, a National Gallery e o de história americana, todos gratuitos.


Vale visitar, ainda, o excelente Museu do Holocausto e a Philips Collection, com grande acervo de arte impressionista e pós-impressionista.


Virginia

A Virginia e um paraíso para quem se interessa pela guerra de secessão. Campos de batalhas podem ser visitados em Fredericksburg. Em Richmond, antiga capital dos confederados, fica o excelente Museum of The Confederacy, uma das sedes do American Civil War Museum. Outra sede fica na cidade de Appomatox. Foi na Appomatox Court House que o General Lee se rendeu ao General Grant, marcando o fim da guerra civil.


Williamsburg Colonial recria o vilarejo do século 18, centro da leal colônia britânica. Vale a pena não só para crianças, mas para todos os que se interessam por história.


Skyline Drive é uma estrada panorâmica que cruza o Shenandoah National Park, mas montanhas Apalaches. É um bonito passeio, com mirantes e trilhas. Com um pouco de sorte, você consegue avistar ursos, veados e pica-paus, entre outros animais.


Mount Vernon era a propriedade rural de George Washington e fica numa localização privilegiada nas margens do rio Potomac. O passeio é agradável e interessante, com belos jardins e vários edifícios históricos, que vão desde a mansão até a área dos escravos.


Virginia Ocidental

Harpers Ferry fica na confluência dos rios Potomac e Shenandoah, na divisa da Virginia Ocidental com a Virginia e Maryland. Foi neste minúsculo povoado que John Brown - um abolicionista de Maryland - liderou um ataque ao arsenal federal. Apesar de não ter obtido sucesso, esse incidente precipitou as tensões que levaram o país à guerra civil. Também fica em Harpers Ferry o centro de visitantes da Appalachian National Scenic Trail, trilha de mais de 3 mil quilômetros que vai da Georgia ao Maine pelo espinhaço das Montanhas Apalaches.



Veja aqui mais fotos de Washington DC e região da capital.

Outras regiões dos Estados Unidos?

sábado, 12 de março de 2016

Salada Caprese

Simples e gostosa, esta salada sempre faz bonito. 
Você vai precisar de tomates italianos bem maduros, mozarela de búfala em bolinhas e pesto genovês (também chamado, por aqui, de molho pesto). 
Corte os tomates e a mozarela em rodelas. Numa travessa, arrume o tomate e, por cima, a mozarela. Coloque um pouquinho do molho pesto em cada montinho e decore com folhas de manjericão.
O molho pesto pode ser comprado pronto em qualquer mercado ou preparado em casa, seguindo a receita abaixo.


4 dentes de alho descascados
meia colher (chá) de sal
1 xícara de folhas de manjericão fresco
1/4 de xícara de castanhas do Pará, nozes ou pinoli
1 xícara de queijo parmesão ralado (se tiver pecorino, melhor ainda)
2/3 de xícara de azeite de oliva
pimenta-do-reino a gosto

Lave e seque bem as folhas de manjericão. No processador ou liquidificador, bata o manjericão, as castanhas, o queijo ralado, o alho e o azeite. Tempere com sal e pimenta-do-reino. Bata bem até formar um molho liso. Se necessário, adicione um pouco mais de azeite.

Mais ideias de salada?

Salada de alface com banana

sábado, 5 de março de 2016

EUA - breves notas sobre a viagem

As anotações que vou postar aqui sobre os Estados Unidos foram feitas em uma viagem de 45 dias, realizada no verão de 2014. Alguns lugares nós já conhecíamos e outros foram total novidade. Cruzamos o país de leste a oeste, no norte, voltamos por outra estrada e descemos até a Luisiana. Os cenários foram os mais variados, de parques nacionais a grandes cidades, de deserto a litoral, de reserva indígena a plantation... O passeio incluiu bons museus e o local de nascimento do rock, do blues e do jazz.


Vou postar região a região, na ordem em que as visitamos. Os lugares que tanto gostamos mas que foram conhecidos em outras oportunidades pré-blog (California, Maine, Vermont...) serão deixados de fora, na esperança de registrá-los em futuras viagens.


O passeio foi todo feito de carro (como vocês sabem que é minha maneira favorita) e nos hospedamos, com raras exceções, em motéis e inns na estrada. Foram 21.200 quilômetros, a bordo de uma Chrysler Town and Country. Estivemos em três a maior parte do percurso, mas, por 15 dias, fomos quatro.


Quando o hotel não tinha café da manhã, íamos a algum café ou recorríamos, com muito gosto, às panquecas (IHOP, Perkins...) 
Fizemos várias refeições em lanchonetes, aproveitando as redes que não temos no Brasil e que adoramos: Arby's, Wendy's, Chick-fil-A...
Os americanos costumam jantar muito cedo e, por isso, a cozinha da maioria dos restaurantes fora dos grandes centros fecha, no mais tardar, às 21 horas. Com isso, comemos frequentemente nos restaurantes de rede, como Red Lobster, Bob Evans, Kentucky Fried Chicken e Sizzler e nos bufês chineses, claro.


No sul, a culinária tem mais personalidade e sabor do que no resto do pais. Em Nova Orleans e no baixo Mississipi, a comida típica é a cajun, influenciada pelas cozinhas acadiana e caribenha. Em outras áreas da região, o mais tradicional é a comida "da roça". Com origens africana, européia e nativa, é baseada no milho, na carne de porco assada e no frango e inclui muitas verduras, a exemplo do quiabo e da abóbora.
Os restaurantes que achamos que valeram a pena serão registrados na região correspondente.

Regiões:

Washington DC e região da capital
Grandes Lagos
Pacífico Noroeste
As Rochosas
Grandes Planícies
Sudeste
Extremo Sul