quinta-feira, 25 de junho de 2015

Sopa cremosa de brócolis

Tempinho frio pede uma sopa, não é mesmo?
Esta, de brócolis, é uma das minhas favoritas...


1 litro de água
1 maço de brócolis cortado em pequenos pedaços
2 envelopes de caldo de galinha ou legumes
5 batatas grandes descascadas
sal, pimenta do reino e noz-moscada a gosto
meia xícara de queijo ralado
3/4 de xícara de creme de leite

Leve ao fogo uma panela com a água, o caldo e as batatas. Quando as batatas estiverem cozidas, bata tudo no liquidificador. Volte para a panela, adicione o brócolis e o queijo ralado e tempere com sal, pimenta e noz-moscada. Por último, junte o creme de leite. Sirva com croûtons ou torradas.

Outras receitas de sopas:

sábado, 20 de junho de 2015

Alemanha: Baixa Saxônia, Hamburgo e Bremen

A cidade antiga de Bremen é dominada pela esplêndida Marktplatz, praça cercada pela enorme catedral, pela prefeitura do século 15, por um bonito conjunto de casas com frontão e pela Schütting, bela mansão usada pela guilda dos mercadores. Em frente à prefeitura, fica a estátua de Rolando, sobrinho do imperador Carlos Magno e símbolo da independência da cidade. Outro monumento da praça é em homenagem aos quatro músicos de Bremen, personagens de um contos dos irmãos Grimm.


Saindo da praça em direção ao rio, fica a Böttcherstrasse, uma simpática travessa em estilo art-déco. Próximo fica o bairro Schnoorviertel, que propicia um agradável passeio entre becos com casas antigas ou bons momentos em um dos muitos cafés e restaurantes.


Entre Bremen e Hanôver, próximo à cidade de Soltau, ficava o campo de concentração de Bergen-Belsen. Atualmente, há, no local, um memorial e um pequeno museu.


A grande atração de Hanôver é o Sprenger Museum, um dos museus de arte moderna mais importantes da Europa. Fora isso, os prédios das prefeituras nova e velha, algumas casas do século 15 reconstruídas em torno da Marktplatz e os jardins barrocos do Herrenhäuser Gärten, um pouco distante do centro.


A praça do mercado de Hildesheim é cercada por lindas casas com madeirame aparente, inclusive a sede da guilda dos açougueiros - a maior e mais famosa da Alemanha. A cidade é considerada a capital da cultura românica e, dentre as várias igrejas, a catedral e a Michaeliskirche são tombadas pela Unesco.

Também patrimônio da humanidade, Goslar tem um impressionante conjunto de casas de madeirame à vista. A cidade, conhecida como "tesouro do norte", foi residência, durante 300 anos, dos kaiseres. Belíssima, é um passeio dos melhores.


Indicações:

Hotel e Restaurante Itzumer Pass, em Hilsesheim
Restaurante Nordsee - Rede com várias filiais na região (Hanôver, Hildesheim) e em toda a Alemanha.

Clique aqui para ver outras fotos da Baixa Saxônia, Hamburgo e Bremen.

Para ver mais sobre a Alemanha:


sexta-feira, 12 de junho de 2015

Macarronada de forno

Eu não gosto muito de macarrão de forno não. Minhas predileções são sempre pelo macarrão cozido na hora, misturado imediatamente ao molho (também não gosto daquela travessa com macarrão no fundo e o molho só despejado por cima) e levado à mesa. 
Mas, às vezes, alguns aspectos práticos da vida obrigam a deixar o prato preparado com alguma antecedência. Nessas situações, recorro ao macarrão com queijo da minha mãe, que é um espetáculo; a uma receita antiga de massa com brócolis, que fica boa tanto preparada na hora quanto levada ao forno, e à chamada "macarronada". A receita da macarronada que gostamos aqui em casa está a seguir. As do macarrão da d. Cleir e da massa com brócolis ainda não postei aqui mas prometo para breve (agora sim, veja aqui).


Ingredientes:
1 pacote de massa curta
1 colher bem cheia de manteiga
500g de carne moída temperada a gosto
1 xícara e meia de molho de tomate pronto
1 caixinha de creme de leite
meia lata de milho verde
meia lata de ervilhas
1 xícara de azeitonas sem caroço picadas
200g de presunto picadinho
200g de mussarela (ou outro queijo de sabor suave) 
3 colheres de requeijão cremoso
sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:
Cozinhe a massa al dente, escorra e misture a manteiga delicadamente. Eu também misturo algumas ervas desidratadas nesta hora. Pode ser manjericão, manjerona, orégano, cebolinha (fresca)...
Refogue a carne moída em alho e cebola e deixe cozinhar sem formar muito caldo. Quando a carne estiver pronta, apague o fogo e misture o molho de tomate, o requeijão, o creme de leite, o presunto, o milho e a ervilha, as azeitonas e o creme de leite. Misture com cuidado à massa cozida e deixe esfriar. Adicione o queijo picadinho e misture delicadamente. Transfira para uma forma refratária e leve ao forno por uns 15 minutos, até esquentar bem e dar uma dourada.
Também dá para fatiar a mussarela e, em vez de misturar na massa, colocar por cima de tudo, levando ao forno para gratinar.


sábado, 6 de junho de 2015

Contrafilé ao forno com batatas

Este assado fica delicioso, desmanchando... As batatas pegam o sabor da carne e do tempero e todo mundo gosta. Aumente um pouco a quantidade!
O prato deve ser temperado de véspera e assado em forno mínimo.


Um dia antes, esmague um pouco de azeite com alho, sal marinho e pimenta do reino até virar uma pasta. Numa assadeira grande, disponha a peça de carne e passe o tempero com as mãos, de forma que fique bem espalhado sobre a carne e regue com um pouco de azeite. Corte algumas batatas grandes sem casca em 4 partes, passe no restante do tempero e acomode na assadeira. Tampe com papel alumínio e leve à geladeira. 
No dia seguinte, coloque a carne no forno bem baixo umas 2 horas e meia antes da refeição e deixe assar lentamente.

Mais receitas com carne bovina:


Filé com crosta de pimentas