quarta-feira, 23 de abril de 2014

Itália: Vale d' Aosta e Piemonte


Aosta preserva muitas ruínas romanas e é a porta de entrada para o Parco Nazionale del Gran Paradiso, com extraordinárias vistas das montanhas.

Turim é uma cidade grande, mas suas atrações ficam bem concentradas e valem muito a pena. Gostei especialmente do Palazzo Reale e do Museu Egípcio, um dos mais importantes do mundo. Abriga, além de muitas múmias e da reconstrução de um templo, uma incrível tumba do século XIV a.C. completíssima, com os alimentos, ornamentos e ferramentas enterrados com o corpo para utilização na vida após a morte. A fachada simples do Palazzo Reale não nos permite antever a riqueza de sua decoração e o esplendor de seus ambientes, que preservam móveis, tapeçarias e ornamentos utilizados pela família real de Savóia.
Ainda no centro, ao redor da via Roma e suas arcadas, estão a Galleria Sabauda, os Palazzos Carignano e Madama e o Duomo.
Ao fundo, a paisagem dos Alpes e a torre que é marco da cidade - Mole Antonelliana.


A estrada que sai de Turim em direção oeste conduz a antigos vilarejos montanheses com típicas construções de pedra e madeira. Susa preserva vestígios de sua ocupação romana e Avigliana mantém sua atmosfera medieval. A estrada segue até a região da Via Lattea - uma região nos Alpes Italianos e Franceses, famosa pelos esportes de inverno.


Foi na região de Turim que tiveram origem os grissinis, aqueles palitos crocantes de pão. Apesar de no Brasil serem muito sem graça (talvez por serem, na maioria, industrializados), os italianos são deliciosos e praticamente todos os restaurantes fazem os seus. Experimente!


Para um jantar gostoso em Turin, indico o Ristorante Marcello.



Veja aqui mais fotos do Vale d'Aosta e Piemonte.

Saiba mais sobre a Itália:

Itália: Marche
Itália: Emília Romana
Itália: Nápoles e Campanha

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Spaghetti a Carbonara

Arrumar as fotos da Itália para colocar aqui no blog deu uma saudade.... Do passeio, dos amigos e das comidas, é claro. Logo, logo, lembrando do maravilhoso espaguete a Carbonara de Florença, do restaurante La Grotta Guelfa
Foi assim que nasceu minha própria receita de molho Carbonara, que é fácil, rápida e deliciosa. Não é a original, porque eu não tinha queijo pecorino nem pancetta


250 g de espaguete grano duro (eu uso o spaghetti nº 5 da Barilla)
150 g de bacon picadinho (procuro o que tem menos gordura e mais carne)
3 dentes de alho amassados
3 ovos
1 xícara de queijo parmesão ralado
sal e pimenta do reino a gosto
2 colheres (sopa) de creme de leite sem soro

Enquanto cozinha o espaguete em bastante água fervente com sal, coloque o bacon em uma panela ou frigideira grande e deixe fritar no próprio óleo até ficar dourado. Junte o alho e deixe dourar. Desligue o fogo.
Em uma tigela pequena, bata os ovos inteiros e tempere com sal e pimenta do reino. Junte o creme de leite e o queijo ralado e misture bem.
Escorra o macarrão e transfira rapidamente para a panela com o bacon (fora do fogo) e mexa bem. Rapidamente, coloque o molho de ovos e misture cuidadosamente. Os ovos vão cozinhar apenas com o calor da massa e o molho vai engrossar aos poucos.
Sirva imediatamente.

Receitinhas de massas?

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Itália: Lombardia


As duas principais atrações de Mântua são os palácios construídos para a família Gonzaga. O Palazzo Ducale se destaca pelos afrescos de Mantegna na notável Camere degli Sposi. No Palazzo Tè são magníficas a Sala di Amore e Psiche e Sala dei Giganti. Embora festejado por sua beleza, o Teatro Accademico Bibiene não vale a visita.


Se estiver com tempo, compensa fazer um desvio à região de Val Camonica para visitar o Parco Nazionale delle Incisioni Rupestri. São centenas de figuras antropomorfas e de animais desenhados na rocha.


Milão, principal centro econômico da Itália, é uma cidade movimentada e cheia de atrações culturais. Além do prestigiado Teatro Scala, cuja visita inclui um interessante museu, abriga o Museu da Vila Belgiojoso Bonaparte e duas renomadas pinacotecas.


Na Pinacoteca Ambrosiana, além da galeria de arte, fica a magnífica biblioteca do cardeal Borromeo, com 30 mil manuscritos - inclusive obras de Homero, Leonardo da Vinci e Dante Aleghieri. 
A Pinacoteca de Brera reúne os melhores exemplos da pintura italiana renascentista e barroca e trabalhos de artistas modernos, como Modigliani, Carrà e De Chirico.


A mais famosa pintura de Leonardo da Vinci está na Igreja de Santa Maria Delle Grazie. A Última Ceia foi pintada na parede do refeitório dos monges, que hoje se tornou o Museu do Cenacolo Vinciano. Outras igrejas que merecem a visita são Santo Lorenzo Maggiore, construída sobre ruínas romanas do sécula IX, e Santo Ambrogio.


Nada, porém, se iguala ao espetacular Duomo - principal símbolo da cidade. A imensa catedral gótica possui numerosas estátuas e gárgulas e mais de uma centena de agulhas. Um show!
A ligação entre a Piazza del Duomo e a Piazza della Scala é feita pela Galleria Vittorio Emanuele, bela construção em metal e vidro com piso decorado com mosaicos.


A cidade de Pavia não justifica uma visita, já que sua grande atração fica a oito quilômetros do centro: o Mosteiro de Certosa di Pavia, com fachada renascentista ricamente decorada, interior gótico com belas cadeiras de coro trabalhadas em marchetaria e dois claustros.


O destaque de Bérgamo é a Cidade Alta, cercada por muralhas medievais. Na Piazza Vecchia ficam a Torre del Comune e o Palazzo della Ragione. Cruzando os arcos do palazzo, a Piazza del Duomo e a impressionante Cappella Colleoni.


Em Bréscia, um bom passeio inclui o castelo, as catedrais nova e velha e as ruínas romanas do templo capitolino.


Ao redor do Lago di Como destacam-se as cidades de Como e Lecco e os balneários de Bellagio e Menaggio. Vale a pena conhecer, as paisagens são lindas e as pequenas cidades, encantadoras.

 

Para comer:

Lord Joe, em Mântua - Destaque para a costata di manzo con funghi porcini e maccheroncini con gorgonzola e radicchio rosso.



Old Wil West, em Monza - Para variar da comida italiana e saborear ótimos hambúrgueres. A ambientação de velho oeste é divertida.


Osteria Nero Pepe, em Monza - Bons pratos a preço justo. Experimente: risotto de vino rosso, radicchio e taleggio e tagliolini pesto invernale e speck.


Veja aqui mais fotos da Lombardia.

Saiba mais sobre a Itália:

Itália: Marche
Itália: Emília Romana
Itália: Nápoles e Campanha